Obteve resposta
MEO - Denúncia de Contrato
Reclamação     473113
Apresentada em 07 de outubro de 2013, por Octavio Manuel Costa Rodrigues.
Motivo da Reclamação: Condições Contratuais

Fui cliente ZON em nome individual durante alguns anos, no passado mês de Março optei por alterar para outro operador - MEO porque tinham boas vantagens para clientes empresariais (abri empresa em Janeiro 2013). No ato de adesão (15/03/2013) assinei uma denuncia de contrato que a PT devia ter dado seguimento para que os serviços da ZON fossem cancelados. Garantiram-me que não havia nenhum problema, que podia ficar descansado uma vez que eles tratariam do processo...não trataram. As faturas ZON foram chegando até que finalmente por telefone pedi para cancelarem o serviço. Neste momento tenho uma divida de 132,76€. Enviei para ambas as operadoras uma carta a explicar o sucedido. Da parte da PT recebi uma carta que dizia que o processo de rescisão com a outra operadora só está disponível para clientes empresariais e que neste caso teria de ser obrigatoriamente efetuada por mim. Da parte da ZON recebi uma carta da intrum justitia para regularização dos valores da divida. Ora como é obvio sinto-me no direito de não efetuar nenhum pagamento uma vez que tenho um comprovativo de denuncia de contrato assinado pela logista do quiosque MEO. Apesar de ter tentado resolver a situação com o envio de cartas para ambas as operadoras não foi o suficiente, conseguem ajudar-me? Melhores Cumprimentos, Octávio Rodrigues

Documentos em anexo:
582

Resposta da Entidade

Caro Octavio Rodrigues,

Estamos a verificar a situação exposta e logo que possível entraremos em contacto.

Até breve,
Luís Oliveira

Resposta da Entidade

Boa tarde Octavio Rodrigues.

Verificámos que foi submetida resposta escrita, em formato carta, acerca do assunto que nos remeteu. Solicitamos que aguarde a receção da comunicação mencionada que deverá ocorrer nos próximos dias.

Até breve,
Luís Oliveira

Comentários

Ainda não há comentários

Apenas utilizadores registados podem fazer comentários.

Faça login e regresse novamente a esta página para comentar.